TERRAKASA IMOBILIÁRIA
amparense
Tapwear
Sob pressão

Governo Federal vai liberar 10 milhões para cirurgias em Minas Gerais

Em Santo Antônio do Amparo, o hospital São Sebastião deve seguir atendendo normalmente.

30/07/2019 06h35Atualizado há 3 semanas
Por: Redação
339

O mineiro Francisco Assis Figueiredo, secretário de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, em visita a Montes Claros nesta segunda-feira (29), anunciou que Minas vai ter mais R$ 10 milhões em recursos para serem utilizados em cirurgias eletivas –aquelas que não são de máxima urgência.

A liberação dos recursos para o Estado foi publicado no Diário Oficial da União, através de Portaria do Ministério da Saúde.

Na última semana, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) anunciou a suspensão de novas marcações de cirurgias eletivas em Minas. A justificativa era a de que o recurso previsto para o primeiro semestre já havia sido consumido pelos municípios. A notícia que foi divulgada pelo amparensenews repercutiu de forma bastante negativa entre nossos leitores internautas.

O retorno das marcações só aconteceria após publicação de portaria do Ministério da Saúde, com nova liberação financeira.Em nota, a SES informou que, diante da publicação, fará uma reunião amanhã (31) com representantes do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Minas Gerais (Cosems-MG), com o objetivo de fazer um balanço da produção e dos gastos relativos aos procedimentos de cirurgias eletivas. “Após a análise dessa nova portaria, a partir da reunião, será implementado, no que couber, uma nova programação dos recursos financeiros”.

Além disso, Figueiredo revelou que a partir do próximo mês o governo federal vai priorizar a “estruturação da saúde básica, principalmente em unidades de saúde que sejam filantrópicas”. Atualmente, os hospitais filantrópicos são responsáveis por 50% da média complexidade e cerca de 65% da alta complexidade.

Ao todo, estão sendo disponibilizados em todo o país mais de R$ 500 milhões pelo ministério para compra de equipamentos hospitalares, principalmente oncológicos.A previsão, de acordo com o secretário, é aumentar em 40% o número de pessoas atendidas. “Os números revelam que o Ministério da Saúde não pode medir esforços para que a população tenha acesso aos serviços oncológicos, lembrando que em 1950, apenas 0,7% da população tinha mais de 80 anos. Na atualidade são 2%, e, em 2045, serão 6,9%”, comparou.

Embora a portaria que libera os recursos é emergencial, especialistas ouvidos pelo amparensenews afirmam que o montante de 10 milhões para toda Minas Gerais é muito insignificante e haverá necessidade de novas liberações, para se evitar novas suspensões de cirurgias.

SANTO ANTÔNIO DO AMPARO

Em Santo Antônio do Amparo, que correia o risco de ter paralisadas as dezenas de cirurgias que semanalmente são realizadas pelo SUS no Hospital São Sebastião, apesar das dificuldades de recursos, deverá seguir atendendo normalmente, segundo o secretário municipal de saúde, Marcelo Carrara.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Santo Antônio do Amparo - MG
Atualizado às 22h16
16°
Poucas nuvens Máxima: 26° - Mínima:
16°

Sensação

13.9 km/h

Vento

45.5%

Umidade

Fonte: Climatempo
cAFÉ
Supermercado JA
Droga rede
Municípios
Agro Sucesso
Quentinhas Izabela
Últimas notícias
espaço vazio
espaço vazio
espaço vazio
Mais lidas
Anúncio
Anúncio