Tapwear
amparense
TERRAKASA IMOBILIÁRIA
105 casos prováveis

Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) divulga número de casos de dengue sob investigação em Santo Antônio do Amparo

Segundo o secretário de saúde amparense existe um grande esforço da saúde pública de Santo Antônio do Amparo que atua em vária frentes para combater a dengue

10/09/2019 06h32
Por: Redação
Fonte: SES/MG

Quatro novas mortes por dengue em cidades do Centro-Oeste de Minas Gerais foram confirmadas nesta segunda-feira (9) pelo Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG). Divinópolis e Nova Serrana tiveram a primeira morte registrada este ano pela doença. Já Arcos e São Gonçalo do Pará registraram novas mortes por dengue.

Com o registro das novas mortes, as cidades da Superintendência Regional de Saúde (SRS), com sede em Divinópolis, contabilizam agora 11 mortes pela doença.

Nova Serrana segue como o município que mais registrou casos prováveis da doença em 2019: 4.433. Já Divinópolis que tinha descartado 53 casos da doença no último boletim divulgado no dia 27 de agosto, teve mais três registros totalizando 4.091 casos prováveis de dengue.

Contudo, no boletim desta semana Formiga teve um salto no registro de casos prováveis de dengue. Foram 168 novos casos desde o último boletim divulgado, a cidade está com 1.247 registros este ano.

Divinópolis, Nova Serrana, Arcos, Formiga e São Gonçalo do Pará estão na lista de cidades com a taxa de incidência muito alta da doença, que considera não apenas o número absoluto de casos prováveis (entre suspeitos e sob investigação), mas também a proporcionalidade dos casos em relação ao tamanho da população de um determinado município.

 

Minas Gerais já registrou 474.693 casos prováveis da doença neste ano.

 

Casos prováveis de dengue na região - Incidência Muita Alta

 

Cidade Número de casos
Araújos 136
Arcos 3.489
Bambuí 572
Campo Belo 416
Candeias 231
Carmo do Cajuru 291
Carmópolis de Minas 408
Conceição do Pará 88
Cristais 667
Divinópolis 4.091
Estrela do Indaiá 78
Formiga 1.247
Igaratinga 187
Iguatama 209
Itaguara 303
Itapecerica 140
Itatiaiuçu 633
Itaúna 734
Japaraíba 110
Lagoa da Prata 1.267
Leandro Ferreira 68
Luz 586
Martinho Campos 835
Nova Serrana 4.433
Onça do Pitangui 41
Pains 133
Pará de Minas 2.737
Pedra do Indaiá 21
Perdigão 376
Pimenta 281
Piracema 80
Pitangui 427
Santo Antônio do Amparo 105
Santo Antônio do Monte 205
São Gonçalo do Pará 485
São José da Varginha 59
São Sebastião do Oeste 53
Em contato com o secretário de saúde de Santo Antônio do Amparo, Marcelo Carrara, ele disse que o primeiro semestre de 2019 foi atípico, choveu mais que o normal, o que facilitou a proliferação do mosquito da dengue. Segundo o secretário existe um grande esforço da saúde pública de Santo Antônio do Amparo que atua em vária frentes para combater a dengue, mas que é preciso que a população se conscientize cada vez mais, fazendo sua parte.
Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários