Tapwear
Águas
TERRAKASA IMOBILIÁRIA
Injúria Racial

Mulher foi presa em Lavras acusada de cometer crime de injúria racial

Segurança de evento fez denúncia de mulher por tê-lo agredido com palavras racistas

25/11/2019 14h21
Por: Redação

A Polícia Militar foi acionada para comparecer ao Centro de Eventos de Lavras às 4h55 da madrugada deste sábado, dia 23, onde estava sendo realizada uma formatura. A PM foi acionada por um segurança, que relatou aos militares ofensas racistas das quais foi vítima.

Segundo o segurança, ele era responsável pelo banheiro masculino e seu entorno, quando uma senhora de 50 anos chegou e queria entrar no banheiro masculino, ela alegou que seu filho estava dentro do banheiro ajudando um rapaz.

O segurança, naturalmente, impediu que ela entrasse e disse que ele mesmo se encarregaria de chamar seu filho. Indignada, a mulher passou a agredir o segurança, que é negro, com palavras racista e ofensivas, como "preto, macaco e imundo", segundo declarou o segurança.

O filho da mulher disse a PM que ouviu a sua mãe chamando o segurança apenas de "negro".

O segurança registrou um boletim de ocorrência e a mulher foi presa em flagrante, sendo conduzida até a 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil (Depol). Ela deverá responder por crime de injúria racial.

 
Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários